É possível perder a Salvação?

Será que uma vez salvo, sempre salvo, ou será que podemos perder a salvação por conta do pecado? Do que se trata e por que a blasfêmia contra o Espírito Santo é um pecado imperdoável? O que a Bíblia diz sobre a apostasia? Existe possibilidade de arrependimento para aquele que abandonou a fé? E por fim, como posso ter certeza da minha salvação?


Inscreva-se em nossos canais

513.037 inscritos no Vai na Bíblia.
21.983 inscritos na VnBteo.


perder a salvação

Leia ou [clique para assistir]

A Bíblia ensina que quando confessamos com a nossa boca que Jesus é nosso Senhor e cremos no coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos somos salvos (Rm 10.9-10). Mas será que uma vez salvos, ainda corremos o risco de perder a salvação? Será que é preciso fazer algo para que isso não aconteça? (Mt 24.13)1

Antes de responder estas perguntas, é preciso lembrar que a salvação é pela graça, por meio da fé (Ef 2.8). Não é pelo bem que fazemos (Ef 2.9, Tt 3.4-6, Rm 3.20), mas por aquilo que Jesus fez por nós, pelo sangue que Ele derramou em nosso favor (Rm 5.8-11).

O que vai evidenciar nossa salvação e comprovar que a fé que temos em Cristo é genuína será o nosso arrependimento (At 3.19, At 26.20) e a nossa obediência (Hb 5.9, Jo 14.23). É a decisão em abandonar o pecado (Hb 12.1-4, Rm 8.5-8), seguida pela transformação de vida (Rm 12.2), pela perseverança ao enfrentar adversidades (Tg 1.2-4,1Pe 1.3-9) e pela prática de boas obras (Ef 2.10, Gl 6.9, Tt 2.11-14). E tudo isso só é possível pela ação do Espírito Santo que passa a habitar dentro de nós (Rm 8.9-17) e, se o Espírito Santo habita em nós, temos a salvação e temos a Vida Eterna (Ef 1.13-14, 1Jo 4.13, 2Co 5.5).

Mas será que durante essa nova vida, podemos nos desviar do Caminho e perder a nossa salvação?

Antes de mais nada, precisamos deixar claro que o conceito de salvação universal, onde todos serão salvos no final, não é bíblico. De acordo com a Bíblia, muitos serão condenados (Mt 7.13-14, Jo 3.18-20,36, Ap 20.15, Mt 25.46). Alguns, inclusive, passarão grande parte de suas vidas frequentando uma igreja, sem jamais ter experimentado uma conversão verdadeira (Mt 7.21-27).

Aquele que nunca foi salvo

Por essa razão, pensando na possibilidade de alguém perder sua salvação, a pergunta é: caso isso aconteça, significa que tal pessoa se desviou da fé ou será que na verdade nunca se converteu?

Muitas vezes a suposta conversão foi motivada pela emoção (Mt 13.20-21), e não por fé e arrependimento (Mt 21.29-32). Existe uma empolgação com a mensagem do Evangelho, mas que ainda está longe de ser um compromisso (Mt 13.22, Mt 10.34-38).

E mesmo que sejamos muito próximos dessa pessoa, não temos como conhecer quais são as reais intenções e motivações do seu coração, somente Deus é capaz de fazer isso (Hb 4.12-13, Jr 17.10).

Pode tratar-se de alguém que vive um processo mais lento de transformação (Hb 5.11-14), ou de alguém que ainda não se entregou completamente a Deus (1Co 3.1-3) ou, em último caso, de alguém que simplesmente se passa por cristão (Mt 7.15).

A questão principal é que uma entrega parcial não é suficiente (Ap 3.15-16). Salvação não se resume a frequentar uma igreja, fazer orações ou melhorar as atitudes. É preciso morrer para nossa vida antiga e nascer de novo em Cristo (2Co 5.14-17, Mt 16.25, Rm 6.11).

Quando não há um arrependimento verdadeiro, a tendência é que continuem os questionamentos sobre a forma de Deus agir (Rm 9.20, Jó 3.11, Jó 13.24), a dificuldade em abandonar o pecado (Mt 6.24, 2Rs 17.38-41), a satisfação em encontrar defeitos nos outros para se sentir melhor (1Co 13.4-6, Pv 24.17-18), a inconstância (Tg 1.7-8), a hipocrisia (Rm 2.21-22), a religiosidade (Is 29.13), e o pior de tudo, a falta de perdão (Mc 11.25-26).

E se tem algo que certamente vai evidenciar que uma pessoa nunca foi convertida, é fato dela não conseguir perdoar o próximo (Jo 20.23). Quando alguém pensa que a ofença de outra pessoa contra ela foi grande demais para ser perdoada, é porque não entendeu e, consequente, ainda não recebeu o perdão de Deus (Mt 18.23-35, Lc 6.37).

Uma pessoa nesta situação pode perder a salvação? Não! Ninguém pode perder algo que nunca teve (Mt 25.12). Acredite, grande parte das pessoas que hoje estão supostamente desviadas, na verdade jamais se converteram (Lc 13.26-28).

Aquele que foi salvo

Mas, e quando temos um encontro verdadeiro com Jesus e nos convertemos de fato? Será mesmo que uma vez salvo, sempre salvo ou será que ainda sim podemos perder a salvação por conta do pecado?

E este é um ponto importante a ser analisado. A Bíblia diz que ninguém deixa de pecar, mesmo depois de convertido (1Jo 1.10), e que isso não nos tira a salvação (1Jo 2.1-2).2 Jesus Cristo pagou pelos nossos pecados do passado, do presente e do futuro (1Jo 2.12, Hb 9.26-28, Hb 10.14,17-18).

Quer dizer então que um salvo, quando peca, não perde sua salvação, nem mesmo por um instante? Nem no exato momento do pecado? Não! (Jo 1.12-13, 1Jo 2.1). Se fosse assim estaríamos constantemente perdendo e ganhando nossa salvação como se fosse uma troca de roupa.

Sem saber o dia da nossa morte ou quando será a volta de Jesus (Mt 25.13), com certeza, seríamos pessoas completamente inseguras.3 Como pregar um evangelho de salvação quando não se tem certeza de sua própria salvação? (1Co 15.19, Rm 13.11).

Contudo, é preciso que fique bem claro, que isso não significa que podemos pecar sem preocupação nenhuma, muito pelo contrário (Rm 6.2), pecar conhecendo a Deus é muito pior do que pecar na ignorância (Hb 10.29, 2 Pe 2.21, Hb 2.3).4 Afinal, sabemos que toda maldade que vemos no mundo é fruto do pecado (Rm 5.12) e, principalmente, sabemos que foram os nossos pecados que levaram Jesus à cruz (Is 53.5-6).

Pecar de forma deliberada e voluntária, definitivamente, é uma característica daquele que jamais conheceu a Deus (1Jo 3.6-9), ou então, considerando um outro cenário, revela uma apostasia, alguém que abandonou a fé (1Tm 1.19, 1Tm 4.1).


Inscreva-se em nossos canais

513.037 inscritos no Vai na Bíblia.
21.983 inscritos na VnBteo.


A apostasia

Alguns vão defender, inclusive com bases bíblicas (Jo 10.28-29, Rm 11.29, Fp 1.6, 1Pe 1.5, Jo 17.6), a ideia de que, se a pessoa se apostatou da fé, é porque na verdade jamais foi convertida, mas a Bíblia também traz passagens que dão a entender que existe sim, a possibilidade de alguém salvo, abandonar a Cristo (Mt 24.12, Lc 9.62, 2Tm 2.12, Hb 6.4-6, Hb 10.26-27).5

Independente de qual seja sua visão sobre o assunto, de uma coisa nós podemos ter certeza, não há condenação para quem está em Cristo e anda segundo o Espírito (Rm 8.1-2), mesmo que ocasionalmente ele peque (1Jo 1.6-7). Porém, o salário do pecado continua sendo a morte (Rm 6.23), ou seja, sempre haverá uma consequência ruim para o pecado (Gl 6.7-8). E a pior delas é a apostasia (Hb 3.12-14, 1Tm 6.10).

Um dos sinais de que pode estar havendo uma apostasia, é quando já não há mais arrependimento pelos pecados (2Co 7.9-10, 2Co 12.21). Pode até haver uma certa tristeza, um remorso, mas não há uma decisão em abandonar esse pecado (Mt 27.3-5), o remorso logo passa, e o pecado é cometido novamente.

Arrependimento é mudança de mente, mudança de atitude, é uma decisão (Lc 15.18-21, Mt 16.24, Mt 18.3). Mas quando essa decisão não acontece (Lc 13.5), a tendência é se perder cada vez mais a sensibilidade ao Espírito Santo (1Ts 5.19) e a noção do que é certo ou errado (1Tm 4.2). Muitas vezes a pessoa não declarou abertamente que abandonou a fé, mas sua vida de pecados demonstra isso (Tt 1.16).

Trata-se de uma pessoa salva? Óbvio que não! Ou ela perdeu a salvação ou nunca a teve.

E se pensarmos que de fato ela perdeu a salvação, será que ainda existe a possibilidade de recuperar essa salvação? Bom, de acordo com Hebreus 6, a resposta é não! Uma pessoa que negou sua fé em Cristo já não poderá mais ser conduzida ao arrependimento (Hb 6.4-6).

Porém, não cabe a nós julgar em que estado espiritual alguém se encontra (Rm 14.10-13), devemos sempre partir do pressuposto de que ainda não houve por parte dessa pessoa uma compreensão plena daquilo que foi conquistado na cruz (1Co 2.14, At 28.24-31).

Mesmo quando pensamos se tratar de alguém que supostamente abandonou a fé, precisamos deixar esse julgamento com Deus (At 15.8,11) e crer que ainda existe (sim) a possibilidade de arrependimento e salvação (Lc 15.24, 2Pe 3.9, 2Tm 2.24-26).

Como saber se não perdi minha salvação?

Mas e quanto a nós? Como é possível ter a certeza de que não perdemos nossa salvação?

Simples, se quando pecamos, existe arrependimento e confissão à Deus (1Jo 1.9), significa que não perdemos a salvação. Se procuramos viver em santidade e ainda existe temor a Deus em nossos corações (2Co 6.14-18, 7.1), também significa que não perdemos a salvação.

Se perdoamos nosso próximo (Mt 6.14-15) e percebemos o Fruto do Espírito sendo desenvolvido em nossas vidas (2Pe 1.2-11), mesmo que o pecado tenha acontecido minutos atrás, nós não perdemos a salvação (1Jo 1.8).

A blasfêmia contra o Espírito Santo

Até mesmo no caso daquilo que a Bíblia considera como um pecado imperdoável, que é a blasfêmia contra o Espírito Santo (Mt 12.31-32, Mc 3.28-29), entende-se que, se estamos em dúvida quanto ao fato de termos blasfemado ou não, é porque não blasfemamos.

A blasfêmia contra o Espírito Santo segue o mesmo princípio da apostasia, não há dúvidas por parte da pessoa (1Tm 4.2). Ela já teve provas incontestáveis da existência de Deus (Rm 1.18-21), mas recusou-se a obedecê-lo e rejeitou a salvação (Lc 10.16, Lc 12.9).

Blasfemar contra o Espírito Santo não é questionar se algo é de Deus ou não (1Ts 5.21, Jo 7.24), mas é atribuir ao Diabo algo que sabemos ser uma ação do Espírito Santo (Mt 12.24.28, Mc 3.22-26). Por essa razão torna-se um pecado imperdoável, pois aquele que está sendo injuriado é o único que poderia nos convencer do pecado e nos conduzir ao arrependimento (Jo 16.7-8).

Quem blasfema contra o Espírito Santo se rebela contra Deus (Mt 12.30), torna-se inimigo do Evangelho (Gl 1.9, Rm 1.28-32), difama e calunia o que é santo (2Tm 3.1-9, Jd 1.10), chama o bem de mal (Mc 3.30) e procura convencer outros de que a salvação bíblica não passa de ilusão e fantasia (Mt 12.33-37). Se você faz estas coisas, sem preocupação nenhuma, é porque blasfemou contra o Espírito Santo (Gl 5.19-21, 1Co 6.10).

Sendo assim, cada um deve examinar-se a si mesmo para comprovar se está na fé (2Co 13.5-8). Quando existe arrependimento (Mt 3.8), também existe perdão (Lc 24.45-47).

Perder a salvação: conclusão

Seja qual for seu entendimento sobre este assunto, se é possível ou não perder a salvação, algo é certo: só será condenado ao inferno aquele que não conheceu Jesus Cristo (2Ts 1.8-9, 1Jo 2.4) ou aquele que, após conhecê-lo, deliberadamente, deixou de segui-lo (2Pe 2.20-22).

Do contrário, podemos afirmar com toda convicção que estamos salvos e que temos a vida eterna. Não é na nossa força que vencemos o pecado (2Co 12.9-10, Fp 4.13), mas é o próprio Deus quem nos livra (1Co 10.13), nos sustenta (2Co 1.21-22, Fp 2.12-13), nos protege (2Ts 3.3-5) e nos estabelece em Cristo (1Pe 5.10). O único que poderia nos condenar, morreu em nosso favor, ressuscitou dentre os mortos e, neste momento, intercede por nós (Rm 8.31-34).

Nem tribulação, nem angústia, nem perseguição, nem fome, nem presente, nem futuro, nem a morte, nem a vida, nem anjos e nem demônios (1Jo 5.18, 2Tm 4.18). Absolutamente nada (2Co 4.7-11) e ninguém poderá nos separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor. (Rm 8.35-39)

A ação do Espírito Santo (Jo 16.13) e a certeza da nossa salvação é o que nos mantém longe do pecado e não o medo de perdê-la (1Jo 4.13-18, 1Co 15.58, 1Ts 5.23-24).


Inscreva-se em nossos canais

513.037 inscritos no Vai na Bíblia.
21.983 inscritos na VnBteo.


Notas:

1 Mateus 24.13 não tem relação alguma com a salvação pessoal nesta era da graça em que vivemos. “Até o fim” não significa até o fim da vida, mas sim até o fim dos tempos (Mt 24.24). Os que crerem durante esse período terrível e que perseverarem em sua fé serão salvos, quando o Senhor vier no fim dos tempos e livrá-los.
– Wiersbe, Comentário bíblico – Novo Testamento 1 – Pág. 113

2 Quando Paulo diz “Aquele que pensa estar de pé, veja para que não caia.” em 1Co 10.12, não se trata necessariamente de uma pessoa salva correndo o risco de perder a salvação, pois ela “pensa” estar de pé. E “cair” provavelmente não significa perder a salvação, mas ao próprio fato de pecar.

3 Em 1Co 9.27, quando Paulo diz “Antes, subjugo o meu corpo e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado” ou em Fp 3.12, quando diz “Não que já a tenha alcançado (a ressurreição dentre os mortos), ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus.” , o mais provável sentido destas passagens não é uma preocupação de Paulo em perder a salvação (2Tm 4.18), mas em ser desaprovado quanto ao serviço que prestava ao Senhor, em deixar de receber o devido galardão celestial de seu chamado apostólico. Paulo nos ensina que um cristão deve estar plenamente satisfeito em Cristo, mas nunca dar-se por satisfeito com suas realizações espirituais.

4 Àquele a quem muito é dado, muito lhe será exigido. O cristão de hoje tem uma responsabilidade muito maior de obedecer a Deus do que os santos do Antigo Testamento. Temos a Bíblia completa, temos a revelação plena da graça de Deus e temos o Espírito Santo habitando dentro de nós para nos ajudar a obedecer a Deus.
– Wiersbe, Comentário bíblico – Novo Testamento 2 – Pág. 681

5 O equilíbrio escriturístico: as respectivas posições fundamentais, tanto do Calvinismo como do Arminianismo, são ensinadas nas Escrituras. O Calvinismo exalta a graça de Deus como a única fonte de salvação — e assim o faz a Bíblia; o Arminianismo acentua a livre vontade e responsabilidade do homem — e assim o faz a Bíblia. A solução prática consiste em evitar os extremos antibíblicos de um e de outro ponto de vista, e em evitar colocar uma idéia em aberto antagonismo com a outra. Quando duas doutrinas bíblicas são colocadas em posição antagônica, uma contra a outra, o resultado é uma reação que conduz ao erro. Por exemplo: a ênfase demasiada à soberania e à graça de Deus na salvação pode conduzir a uma vida descuidada, porque se a pessoa é ensinada a crer que conduta e atitude nada têm a ver com sua salvação, pode tornar-se negligente. Por outro lado, ênfase demasiada sobre a livre vontade e responsabilidade do homem, como reação contra o Calvinismo, pode trazer as pessoas sob o jugo do legalismo e despojá-las de toda a confiança de sua salvação. Os dois extremos que devem ser evitados são: a ilegalidade e o legalismo.
– Myer Pearlman, Conhecendo as doutrinas da Bíblia

Comentários

  • LEONARDO
    Responder

    Bom dia. Como faço para baixar em PDF? Obrigado.

  • Flávio
    Responder

    Bom dia. Como faço para baixar em PDF? Obrigado

  • Emanuel
    Responder

    Irmão, por muito tempo vivi uma vida de pecado, e não possuía um relacionamento com Deus, então inconscientemente me entreguei ao pecado, então voltei a mim, lutei contra o pecado sem as armas certas em mãos nessa batalha, eu sempre pedia perdão ao senhor por pecar, eu era e ainda sou um viciado, agora diferentemente busco a Deus, mas antes eu não conseguia produzir uma mudança de atitude, de pensamento, seria uma apóstata?

    • Emanuel

      *eu

    • Mary Lane

      Não, não seria. Porque como você mesmo menciou que ainda não tinha um relacionamento com Deus. Você não pode abordar, ou negar sua fé em Cristo se você ainda não obteve. O que você tem vivido é a consciência do pecado, por isso peca e se arrepende. Mas, o arrependimento sem a mudança de atitude não te leva ao verdadeiro relacionamento com Deus te conduzindo a salvação. O caminho é preciso ser oposto. Primeiro buscar se relacionar com Ele e somente Ele irá te ajudar, te fortalecendo a resistir ao pecado.

  • Emanuel
    Responder

    olá, você não respondeu meu comentário.

  • Emanuel
    Responder

    As aulas do curso do site, são gratuitas?

    • Vai na Bíblia

      Ainda não definimos como serão liberadas, estamos estruturando os cursos.

  • Carlos
    Responder

    A resposta não foi clara afinal é possivel perder a salvação ou você esta dizendo uma vez salvo, Salvo para sempre??

  • Paulo Fernando
    Responder

    Explicação esplêndida! Em 24 anos de evangelho nunca vi algo tão detalhado sobre a salvação com os mais diversos versículos e numa ordem interessante de uma vida com Deus que todos precisam seguir! Estão de parabéns! de 0-100 eu dou nota 100 pra vocês! Que o Senhor continue abençoando a todos!

  • Pastor Bryan Johnson
    Responder

    Na salvação ganhamos a vida eterna, ja no nome vemos que não podemos perde-la pois é eterna.

    http://IgrjeaBatistaCompaixao.com/presente-gratuito

    • Danilo

      Mas Adão tinha e perdeu

  • Antonio Augusto De Oliveira
    Responder

    Muito bom material, obrigado por divulgar

  • Adrian
    Responder

    Desculpa, mas como fala ali já no primeiro paragrafo, a salvação é pela fé e pelo o que JESUS fez e não pelo que nos fazemos, todo o resto do texto é anulado. Se confessarmos a JESUS e cremos nEle seremos salvos. Então nada que façamos fara com que perdemos nossa salvação, acreditar nisso é a mesma coisa que negar o sacrifício de Jesus na cruz.

    • Raiane

      Olá, a paz de Cristo. Concordo com você. Estou estudando a respeito disso para entender outras visões ou até para ter certeza nesse credo a respeito disso. Mas até então, eu vejo da mesma forma do seu comentário.

    • suzane

      Concordo com você Adrian. Vejo que esse texto e algumas outras a pregações sobre esse assunto ,misturam um pouco de lei com a graça. Tipo no começo somos salvos pela graça e depois temos que fazer por merecer para permanecermos salvos? isso não faz o menor sentindo! Mesmo que eu pudesse perder a salvação nunca a poderia ganha-la de volta com minha obediência, pois em Rm 5.20 diz que pela obediência a lei ninguém será considerado justo. E em Romanos 5.1 diz
      JUSTIFICADOS, pois, MEDIANTE A FÉ, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo”. OU seja não é a minha própria justiça. Acredito que os crentes que se desviaram , é porque não conheceram de verdade a graça, e como ela é abundante, não conheceram ainda o grande amor do Pai por nós, e muitos ficam se culpando se achando indignos de voltar , se sentem envergonhados , até sentem tristeza na vida errada que levam mas estão cheios de vergonha e culpa e se esquecem ou não sabem que o sangue de Jesus REMOVEU TODOS OS PECADOS, e QUE O ESPÍRITO SANTO SEMPRE ESTEVE COM ELES. o DIA que eles souberem, o dia que reconhecerem , o dia que se lembrarem da BONDADE do Pai, farão como o Filho pródigo e voltarão para casa do Pai e por Ele não serão rejeitados pois Eles são filhos e filhos amados. Filhos a quem o Pai espera de braços abertos. pela minha obediência ou merecimento. Eu sei que tem pessoas que se dizem salvas e pecam deliberadamente. Eu penso que alguém que peca deliberadamente nunca foi salvo porque nunca creu no sacrificio de Jesus na cruz. Quanto a mim eu creio de todo meu coração que a salvação é para sempre, e que eu estarei para sempre com Deus , por toda a eternidade por causa do sacrifício de Jesus na cruz, e não

    • luis

      graça e paz.
      precisamos entender que graça é uma coisa é reino é outra.
      Salvação é pela graça atravéz da fé. não tem nada a ver conosco. já reino é por obras, por isso Jesus falava sobre galardão. a salvação nos chega pela graça, mediante a fé, o reino é adquirido pela obras.
      a salvação é eterna, o reino durará mil anos.
      a salvação é um presente, o reino é uma conquista.

  • Leonor
    Responder

    Gostaria de obter esse arquivo em PDF, como devo proceder?

    • Vai na Bíblia

      Estamos reformulando os PDFs, vamos liberar me breve.

  • Luiz wanderlei
    Responder

    foi muito esclarecedor a vossa explanação,ajudou-me a esclarecer algumas dúvidas,obrigado,Deus continue a lhe abençoar.

  • Antonia Raunde
    Responder

    Olá, londo o material abriu me a mente, parabenizar võs pela iniciativa. Mas eu n percebi se e correto dizer que a salvação perde se. Poderiam esclarecer. .?

  • Arcelio Raimundo
    Responder

    Eu ainda esto em duvida sobre o tema.

  • cida martins da silva
    Responder

    A salvação é um presente de Deus. Nada fizemos para merece-la. Se verdadeiramente a temos, não podemos perde-la. O q pode acontecer é rejeitarmos essa salvação. Ex: Se dou um presente à alguém, mesmo q ela me desagrade, eu não vou pegar o presente de volta. Deu, está dado. Mas se tal pessoa disser: Eu não quero mais saber desse presente, é ela q está abrindo mão do presente recebido. Qdo ela age assim, ela chegou num ponto em q ela pisou no sacrifício de Jesus. Chegou num ponto sem volta. Isso é a apostasia, negar o sacrifício da cruz.

  • Bryan Johnson
    Responder

    So podemos nascer física mente uma vez. Também so podemos nascer de novo ou espiritualmente uma vez. Se não podemos nascer outra vez então com uma perda da salvação ja não poderíamos ser salvos novamente. Mais não podemos perder a salvação.

    http://IgrejaBatistaCompaixao.com/salvacao

  • Fátima Bonfim.
    Responder

    Não da pra entender esse ponto de vista de que não se perde a salvação então como explica uma pessoa que não obedece a Deus, não produz frutos do Espírito Santo, vive no pecado não procura ser parecido com Jesus, não consegue deixar a vida do velho homem e procura satisfazer apenas as vontades da carne, se ela morrer dessa forma sem gerar arrependimento genuino em seu coração como poderá ainda ser salva? Então do que adiantou o sacrifício de Cristo? Se a bíblia nos afirma que existe céu e inferno, porta larga e estreita sabemos que Jesus morreu pelos nossos pecados sim ele nos deu a salvação não porque merecemos, foi pela graça mas se não cremos nele e não procurar servir com obediência e ser fiel estamos rejeitando a ele e como ainda podemos ser salvos? Deus é amor e justiça no dia do juízo final todos serão julgando.

    • Jessica

      Uma pessoa não pode perder algo que ela não tem ou nunca teve.

    • Leonardo

      Eu entendi que existem 3 possíveis caminhos;

      Ou você creu em Jesus como seu Senhor e Salvador e hoje você é salvo, porém ainda é um pecador que se arrepende e tem o perdão pelo sacrifício de Jesus na cruz;

      Ou se você peca sempre e tem até uma culpa que te aborrece, mas pensa, (ahh depois eu peço perdão e tá tudo certo). No meu entendimento, essa pessoa nunca creu verdadeiramente e não “perde a salvação” até porque, não se pode perder algo que nunca se teve;

      Ou você creu verdadeiramente, teve suas experiências com Deus através do Espírito Santo e foi Se tornando até uma pessoa melhor, mas num determinado momento fraquejou e resolveu abandonar a sua fé, e aí segundo a bíblia, esse não tem mais volta.

  • Daniel Carneiro
    Responder

    A Bíblia diz que quem estiver em Cristo e não der fruto é cortado. Na carta a sete igrejas, Jesus fala que pode riscar nosso nome do livro da vida. Mesmo sendo convertido passamos por períodos terríveis ou angustiantes, onde somos privados de sentir a presença do Espírito Santo, nunca por erro de Deus, mas pelos nossos pecados e indiferença nossa por estar em comunhão constante com o Espírito. O silêncio.e ausência de Deus para mim é a disciplina ou castigo mais severo de um Deus que diz que disciplina a todos os filhos que ama.

  • Mary Lane
    Responder

    Excelente esse texto! Muito claro, com riquezas de detalhes e respadados bíblicos. Para que ainda tem dúvida, faz uma oração antes e pedi para o Espírito Santo trazer revelação e entendimento, pois tem explicações que somente Ele irá nos trazer.

  • Dirceu Alves Ferreira
    Responder

    Bom dia e paz
    Não compreendi a explicação apesar das citações bíblicas, isso por dois motivos.
    O autor deu uma boa explicação do que significa ser salvo e não ser salva até aí muito bom, mas foram citados textos bíblico que são argumentos usados por doutrinas que defendem que uma vez salvo, salvo para sempre. Que independe de como vivemos se aceitamos a Cristo e cremos nele como salvador, mesmo vivendo uma vida pecaminosa não há a possibilidade de perder a salvação. Em contrapartida citou texto bíblicas que são argumentos usados por doutrinas que sim e possível perder a salvação mesmo que tenhamos aceitado e reconhecido o sacrifício de Jesus, se não viver uma vida de obediência a palavra de Deus, se não persevera até o fim e se não externar a salvação por meio da fé e os frutos produzidos pela mesma, sim a salvação pode ser perdida. Obs. O argumento de que o que perde a salvação e porque nunca foi realmente salvo me parece meio obscuro gostaria se possível uma melhor elucidação sobre este assunto como é possível chegar a esta conclusão.
    Por fim a questão. Uma vez salvo, salvo para sempre ou é possível o salvo perder a salvação me parece não ter sido respondida se esta era a intenção do texto, digo isso porque penso que o texto embora com citações bíblicas não trouxe luz sobre a questão apenas expos os dois lados da moeda deixando para o leitor tirar suas próprias conclusões.
    Obs. Não sou especialista no assunto e como os demais que aqui chegaram estou em busca de conhecimento sobre o tema.

  • FÁBIO DOS SANTOS SOUZA
    Responder

    Bom dia a todos.
    1º existem dois grupos de religiosos que lutam com suas ideologias humanas e vãs filosofias de interpretações bíblicas que usam até textos bíblicos como referência sem analisar todo o contexto que o cerca, mas a verdade e única e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará, partindo da primícias que Deu em sua soberania nos concedeu o direito de escolha o livre arbítrio, podemos assim escolher segui-lo até o fim de nossa história, ou abandona-lo no momento em que quisermos, sendo assim em vários textos está escrito aquele que permanecer até o fim, o que vencer, persevera até o fim, lhe será concedido a cora da vida, vestes novas, Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, O que vencer não receberá o dano da segunda morte. Ao que vencer darei a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe, O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos. E ao que vencer, e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações, Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome. Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono. Dei alguns exemplos de que Deus é fiel a sua palavra e o texto de Apocalipse 3.5 grifado acima deixa bem claro que só os vencedores terão a honra de ter o seu nome no livro da vida, caso passamos a acreditar que a salvação não pode ser retirada de nós o sacrifício de JESUS CRISTO na cruz foi em vão, pois Ele como homem venceu permanecendo no Pai e o Pai nele até o fim quem somos nós para virar-lhes as costa, lembre-se aquele que lança a mão do arado e olha para trás não é digno dele, sendo assim o texto de Hebreus 6.4, tira qualquer dúvida de que o ser humano pode escolher ser salvo ou não, mesmo que um dia tenha alcançado a salvação e depois escolheu a servir o mundo em vez de Jesus Cristo, pois quem ama o mundo jamais poderá amar a Deus, não pode haver comunhão entre a luz e as trevas, quem ama o mundo torna-se inimigo de Deus, sendo assim o texto de Hebreus 6 que diz assim;
    4 Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram dom celestial, e se tornaram participantes do Espírito Santo,
    5 E provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro,
    6 E recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério.
    7 Porque a terra que embebe a chuva, que muitas vezes cai sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a bênção de Deus;
    8 Mas a que produz espinhos e abrolhos, é reprovada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada.
    O texto já começa dizendo bem CLARO QUE É IMPOSSÍVEL!!! Se não acreditarmos nesse texto então não acreditamos na palavra de Deus, logo, o melhor a fazer e rasgar a bíblia, chamar Esse Deus de mentiroso e buscar outra doutrina outra religião ou seita, pois o cristianismo não vos serve, mas saibam que Deus não é homem para que minta e nem filho do homem para que se arrependa, Deus no julgamento não vai usar de piedade, dizendo meu filhinho andou tanto tempo comigo, mas um dia se cansou e se corrompeu, deixou a minha doutrina e foi atrás de riquezas, os prazeres do mundo, as prostituições da vida, as orgias homossexuais, roubos, estelionatos, fraudes, enganos, vícios e se acovardou, largando o arado, olhou para trás voltou a ser o velho homem, a ser criatura em vez de filho e fez essa escolha por si próprio e Deus terá que o perdoar, sendo que seu Filho passou por coisas ainda infinitamente piores e foi ao matadouro como ovelha muda para nos mostrar que ele venceu, permaneceu no Pai até o fim.
    I Coríntios 6.9 – Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, 10 nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.

    Gálatas 5.19 – Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, 20 Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, 21 Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.
    Apocalipse 21.8 – Mas, quanto aos tímidos( covardes), e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.
    Creio que finalizo esse análise sem deixar dúvida sobre perder a salvação, ninguém perde tendo-a recebida, na verdade exercendo o direito de escolha, sendo assim por nossa própria escolha a deixamos para viver o mundo e o que ele nos oferece e pagaremos com a segunda morte essa má escolha, lembre-se de que se queixa o homem vivente a não ser de suas más escolhas!!! Fábio Santos servo fiel a Deus até os confins dos séculos…

  • Manoel Renato
    Responder

    Entendo que se a salvação é pela graça, em função da fé em Jesus cristo, só há uma possibilidade da pessoa perder a salvação, é se perder a fé em Jesus cristo.

  • Severino
    Responder

    Bom dia, amados irmãos,

    Muito relevante os textos, mas entendemos que todos receberam a salvação através de Jesus na cruz, mas perdemos nossa salvação quando nos afastamos de Jesus e praticamos a vontade da nossa carne que nos leva a pecar, a verdadeira fé é quando somos tementes a Deus, esta fé que nos garante nosso salvação. A palavra nos diz que só quem persevera até o fim vai ser salvo, cumprindo as palavra da escritura sagrada.

  • Edirlan Lacerda
    Responder

    Gostei muito deste estudo sou pastor e eterno aluno. pretendo passa este estudo na minha congregação. Que Deus continue abençoando a sua vida poderosamente.

  • wandir Ribeiro de paula
    Responder

    EU NAO NASCI SALVO EU TENHO LUTAR PELA MINHA SALVAÇAO TODOS OS DIA COMO OBEDECENDO A SANTA PALAVRA PREGANDO EVANGELO DE CRISTO LUTANDO PELO EVANGELO DE CRISTO ME SANTIFICANDO VENCENDO O INIMIGO TODOS DIAS SE NAO VOCE PERDE SUA SALVAÇAO SIM LUTE PELA SUA SALVAÇAO TODOS DIAS

    • Claudemir domingos

      Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.
      Não vem das obras, para que ninguém se glorie;

      Efésios 2:8,9 Graça é um favor que não foi merecido. Graça é algo bom que é dado, não porque a pessoa que recebe merece mas porque a pessoa que dá é generosa, se vc tive-se merito na sua salvaçao vc poderia chegar diante de Deus e dizer cumpri todos os requisitos fui salvo por esforço meu! O padrao de santidade exigido por Deus e ser como Jesus Cristo ou seja nao ter pecado nunca,aqui ja cai por terra qualquer possibilidade de vc ser salvo por merito proprio.
      Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.
      Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.
      Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.

      1 João 1:8-10

  • roselia.silva3030@gmail.com
    Responder

    Sim irmão wandir, termos que lutamos diariamente pela nossa salvação e sermos fiel até a morte , por isso é uma longa caminhada de obediência.
    Mais muito pensam que por aceitar Jesus a sua vida está Salva não se engane irmão. Como diz na sua palavra, pela graça sós salvo mediante a sua fé. É vive a palavra de Deus se obidiente na caminhada aqui na terra até morte. Infelismente existe muitos cristãos que abusar da Graça de Deus e não se arrepende .Deus fica irado.
    Digo não devemos nos enganamos a nós mesmos . Deus concedeu o Espírito Santo para nos ajudar, peça a ele entendimento e peça ajuda a revelar a palavra.

  • Cassiano
    Responder

    Razões porque acreditamos que o cristão não perde a salvação
    | Imprimir | | E-mail | Acessos: 284
    1 – Salvação é um Dom de Deus.

    Efésios 2:8, 9

    2 – O Dom de Deus é Irrevogável.

    Romanos 11:29

    3 – A Redenção é Eterna

    Hebreus 9:12

    4 – Nós Somos Selados para o dia da Redenção.

    Efésios 4:30

    5 – O Espírito Santo é Penhor ( a garantia ).

    Efésios 1:14

    6 – O Cristão é um Espírito com o Senhor.

    1º Coríntios 6:17

    7 – O Cristão já mais será lançado fora.

    João 6:37

    8 – Nada pode separar o Cristão do Amor de Deus

    Romanos 8:35-9

    9 – O Cristão jamais será abandonado por Deus.

    Hebreus 13:5

    10 – A Justificação para a Salvação vêm de Deus

    Romanos 5:9

    Romanos 8:33

    11 – O Cristão é Regenerado de Semente Incorruptível

    1ºPedro 1:23

    12 – o cristão já tem a vida eterna

    João 5:24, João 6:47 João 10:28
    pastor cassiano fortaleza

  • Lsmarques
    Responder

    Ajuda-nos a estudar mais.

  • Paulo Nogueira
    Responder

    A graça foi manifestada na cruz em Jesus Cristo para a nossa salvação. À partir disso é arrependimento, conversão e santidade.

  • Gilberto
    Responder

    Pode mandar pra o meu E mail.