Perdão – Como, quando e por quê precisamos do perdão de Deus?

Existe algo que você jamais poderia perdoar? Como, quando e por quê precisamos do perdão de Deus? Como saber se de fato eu recebi o perdão de Deus? Quem eu preciso perdoar? Conheça o processo pelo qual o perdão acontece!


Inscreva-se em nossos canais

642.136 inscritos no Vai na Bíblia.
22.843 inscritos na VnBteo.


perdão

Leia ou [clique para assistir]

Nada mais importante para o ser humano do que ser perdoado por Deus, mas como, quando e por quê nós precisamos ser perdoados?

Antes de tudo é preciso entender processo pelo qual o perdão acontece.

1. Aceitar que existe um problema

É preciso reconhecer que existe algo errado com nosso caráter e com nosso comportamento (Salmos 14.2-3, Ec 7.20).

A dificuldade em reconhecer que existe este problema acontece principalmente por dois motivos:

a) Se comparar com outras pessoas, que cometem erros “piores” (Gl 6.3-5).

b) Tentar enxergar a própria sujeira se olhando no escuro (1Jo 2.11). É preciso haver luz! (Jo 12.35, Ef 5.11).

E essa luz é Jesus Cristo! (Is 9.2, Jo 1.4, Jo 8.12).

Jesus é nosso modelo de comportamento, atitudes e pensamentos (Fp 2.5, 1Co 11.1).

Somente quando nós nos comparamos a Jesus Cristo é que passamos a entender a necessidade de sermos perdoados. Nós não temos condições de permanecer na luz sem nos incomodarmos com a nossa sujeira. A partir daí nós temos duas opções: ou sermos limpos ou voltar para as trevas (Jo 3.19-21). E para sermos limpos, entra a segunda parte no processo do perdão, que é o arrependimento.

2. Arrependimento

Arrependimento é muito mais do que uma simples emoção ou tristeza. Arrependimento é uma mudança de mente (Rm 12.2), uma mudança de atitude (At 26.20, Mt 3.8). É seguir numa direção oposta a qual você estava seguindo (Ef 4.28). O arrependimento é uma decisão definitiva, sem volta (Lc 9.62, 2Pe 2.21-22). Sem arrependimento não há perdão, não há cura e não há salvação! (Lc 13.5, Mt 13.15).

E para tomar essa decisão nós precisamos entender a forma como Deus concedeu seu perdão, afinal, Deus não esqueceu meus erros e simplesmente me considerou inocente, na verdade eu já fui julgado e condenado pelo meu pecado (Ef 2.1-2). Existia um preço a ser pago (Cl 2.13-14) que eu não teria condições de pagar. Foi então que Jesus Cristo tomou meu lugar e se ofereceu como sacrifício pelos meus pecados (Rm 5.8), ou seja, aquele que me perdoou se ofereceu como sacrifício.

Esse é o princípio: para ser perdoado é preciso arrependimento (At 3.19), e para perdoar é preciso pagar um preço (1Co 7.23), é preciso sacrifício.

Agora, como saber se realmente eu me eu arrependi e recebi o perdão de Deus? Através da terceira, quarta e quinta parte do processo do perdão:

3. Perdoar a si mesmo

Pode até parecer algo simples, mas muitas pessoas tem dificuldade de entender a extensão do perdão de Deus e se sentem culpadas por pecados que já foram perdoados.

Se houve arrependimento, Deus perdoou todos os nossos pecados (Cl 2.13), do mais antigo ao mais recente, do mais simples ao mais grave (Is 55.7, Lc 7.47-48).

A Bíblia ensina que é como se Deus tivesse lançado nossos pecados nas profundezas do mar (Mq 7.19) e não se lembrasse mais deles (Is 43.25, Jr 31.34).

E como nós não deixaremos de pecar (1Jo 1.10), o perdão de Deus abrange inclusive os pecados futuros (Jo 13.10, Ap 2.4-5), porém, nossa luta agora deve ser contra o pecado (Hb 12.4). Mas quando ele acontecer, deve haver arrependimento, devemos confessar esse pecado a Deus (Sl 32.5) para sermos perdoados (1Jo 1.8-9).

Leia também: “Como andar em Santidade?“.

O que não pode acontecer é o pecado consciente, praticado de forma intencional, que não gera arrependimento e, se não gera arrependimento, não há perdão (Hb 6.4-6).

E vale lembrar que apesar do perdão de Deus, pecados geram consequências maiores ou menores de acordo com a gravidade ou intensidade do pecado (Gl 6.7-8). Vamos supor que você matou alguém no passado e ninguém ficou sabendo, e você entregou sua vida a Cristo, o que acontece? Você é perdoado por Deus, mas precisa se entregar para a justiça e cumprir a pena (Tg 4.17). Isso faz parte da caminhada com Deus, ou seja, você não está mais sozinho para enfrentar as consequências (Fp 4.12-13).

Por isso que, uma vez perdoado por Deus, não deve mais haver o sentimento de culpa, porque isso seria duvidar da eficácia do perdão e do sacrifício de Cristo (Hb 10.10-14).

E também não é preciso pedir perdão mais de uma vez pelo mesmo pecado! Se você se arrependeu e pediu perdão, está perdoado! Pedir perdão repetidas vezes pelo mesmo pecado é sinal de remorso e não de arrependimento (2 Co 7.10).

Agora, algo geralmente mais difícil do que perdoar a si mesmo é pedir perdão ao próximo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

4. Pedir perdão ao próximo

A dificuldade aqui está na necessidade de se humilhar e reconhecer o erro (Lc 6.42).

E uma dúvida bastante comum é que “se eu já pedi perdão pra Deus, eu ainda preciso pedir perdão pra pessoa?” Sim, é um mandamento! (Mt 5.23-26). “Mas se a pessoa já morreu?”, neste caso pedir perdão a Deus é suficiente, ou então você pode procurar um familiar da pessoa.

E como vou saber para quem devo pedir perdão? O Espírito Santo te faz lembrar da pessoa e também causa um incomodo quando você encontra com ela (Jo 14.26). E é claro que você pode orar e pedir a para Deus te revelar quais são essas pessoas.

Como deve ser meu pedido de perdão?

a) Levantar a dívida

O pedido de perdão ao próximo devo ser específico, não funciona dizer “desculpa qualquer coisa”. Você precisa “levantar a dívida”, ou seja, dizer exatamente o que aconteceu e reconhecer o erro (Tg 5.16).

b) Evitar justificativas

É preciso cuidado para que o pedido de perdão não venha acompanhado de justificativas, dizer que errou porque “estava nervoso” ou porque “teve um problema com o chefe” etc, é preciso assumir a responsabilidade pelo erro, independente das circunstâncias (1Pe 5.6). Podemos explicar uma situação, mas não devemos fazer uso dela para manipular a consciência alheia, minimizando a gravidade do nosso pecado ou até mesmo colocando a culpa em uma terceira pessoa.

E se, mesmo diante disso, a pessoa não te perdoar, o problema será dela. A sua parte foi feita (Lc 6.33-35), já houve arrependimento, e esse é o papel de quem é perdoado.

E finalmente, talvez o ponto mais difícil no processo do perdão: perdoar o próximo!


Inscreva-se em nossos canais

642.136 inscritos no Vai na Bíblia.
22.843 inscritos na VnBteo.


5. Perdoar o próximo

No final da oração que Jesus ensinou em Mateus 6 diz: “Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores.” (Mt 6.12)

Na sequência Ele explica: “Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas.” (Mt 6.14-15)

Por isso que perdoar o próximo não é opcional, muito pelo contrário, é requisito fundamental, inclusive para salvação (Mc 11.26).

E se eu preciso perdoar, em primeiro lugar eu preciso saber o que é perdoar.

O que é perdoar?

Perdoar é mais do que simplesmente abandonar o ressentimento e o desejo de vingança, perdoar é permitir que aquele que foi perdoado, de alguma forma, se aproxime (Ef 2.13). Não significa que essa pessoa vai se tornar seu melhor amigo, mas algo precisa ser restaurado (Ef 2.16). Perdoar não é somente desconsiderar uma dívida, perdoar é assumir a dívida. Para perdoar é preciso pagar um preço (1Co 6.20).

Existe algo que você jamais perdoaria?

É possível perdoar uma pessoa que cometeu um abuso sexual ou até mesmo um assassinato? É possível perdoar quando o dano causado é tão grande? Se a Bíblia diz que eu preciso perdoar para ser perdoado por Deus (Jo 20.23), significa que de alguma forma isso tem que ser possível.

Jesus ilustra essa situação com uma parábola, em Mateus 18, onde um homem que devia uma quantia impagável ao rei, nem que ele trabalhasse por 100 anos ele não conseguiria pagá-la. E ele implora ao rei por misericórdia, e o rei perdoa a dívida. Logo depois, este mesmo homem encontra alguém que lhe devia uma quantia extremamente inferior, equivalente a mais ou menos 100 dias de trabalho. Essa pessoa implora por misericórdia, da mesma forma como ele implorou ao rei, porém, ele não perdoa e exige que essa pessoa pague cada centavo. E, por causa dessa atitude, o rei voltou atrás e exigiu que ele também pagasse cada centavo da sua dívida. (Mt 18.23-34).

E o significado desta parábola é muito claro, a dívida com o rei é a nossa dívida com Deus. E a dívida menor é a dívida que nós devemos perdoar o próximo! Não perdoar é agir como o homem da parábola, e a consequência é a mesma (Mt 18.35).

Mas como isso é possível? Como a dívida de um homem com Deus poder ser maior do que a dívida que um assassino tem com os pais da vítima?

Leia também: “O que é Amor?“.

O preço da nossa dívida

Realmente, se você não souber o tamanho da sua dívida perdoada por Deus, fica praticamente impossível perdoar algo assim!

a) O que o pecado representa para Deus

Para saber o tamanho da nossa dívida com Deus é preciso entender que a gravidade do menor pecado é gigantesca se comparada ao nível de santidade e perfeição de Deus (Is 55.8-9). Não é o que o pecado representa para nós, que somos falhos e que pecamos (Is 64.6), mas é o que o pecado representa pra Deus, um ser santo (1Pe 1.16) e perfeito (Mt 5.48) que nunca pecou (Tg 1.13).

b) O problema é contra quem nós pecamos

Não foi contra um ser humano, mas foi contra o criador do Universo (Êx 3.14, Mt 10.28), contra um ser eterno, onisciente, onipresente e onipotente! O fato de não crer em Deus, ignorar sua existência, seus mandamentos e o seu juízo, é algo gravíssimo (Jo 16.8-11, Sl 14.1, Rm 3.10-18, Rm 2.4, Dn 9.9-10), pois a partir daí é que surge todo tipo de pecado, da simples mentira ao assassino.

O tamanho de uma dívida é medido pelo preço a ser pago. É assim que funciona! Qual seria nossa punição pelo pecado? A eternidade no inferno (Mt 25.46), esse era o preço! Mas o que aconteceu? Jesus pagou o preço! (1Pe 1.18-19). Por isso o sofrimento de Jesus foi tão grande. O preço era muito alto!

E o mais impressionante é que, mesmo sem merecer, nossa dívida foi paga (2Co 5.21), e nós ainda recebemos o dom da Vida Eterna (Rm 6.23). Jamais esqueça isso: além da dívida paga, nós também recebemos a Vida Eterna!

Por isso que nós, uma vez perdoados por Deus, devemos perdoar nosso próximo, independente do que ele tenha feito. Entender que Deus julga com sua justiça que é perfeita (Rm 2.2,5). Se houver arrependimento, não há mais condenação (Rm 8.1), mas se não houver arrependimento, a condenação será terrível.

Lembre-se: um assassino convertido deixará de matar e poderá salvar vidas através de Cristo.

Não cabe a nós o julgamento (Lc 6.37, 1Co 4.5), pois de uma forma ou de outra, nós estávamos na mesma situação (Rm 2.1, Is 59.2), foram nossos pecados quem levaram Jesus Cristo para a cruz (Rm 4.25). Nossa obrigação agora é perdoar como Ele nos perdoou (Cl 3.13, Ef 4.32).

Perdoar é uma atitude

Perdoar é uma atitude, é uma decisão! Ninguém sente vontade de perdoar. Perdoar é como tratar uma ferida infeccionada, ninguém quer abrir a ferida e jogar álcool pra limpá-la, isso vai doer muito! Mas depois você fizer isso, você vai poder fechar esta ferida de vez, e a dor vai diminuir com o passar do tempo, e o tempo só cura feridas que foram tratadas (Lc 10.33-34). Por isso também que perdoar não é esquecer o que aconteceu, afinal você vê a cicatriz, pode tocá-la, mas não há mais dor.

Quantas vezes devo perdoar?

Quantas vezes forem necessárias! (Lc 17.3-4, Mt 18.21-22)

Quando devo perdoar?

O mais rápido possível, Jesus disse “Pai, perdoa-lhes, porque eles não sabem o que fazem” (Lc 23.33-34) no momento em que ele ainda estava sendo pregado na cruz.

Se você entendeu o que está em jogo no fato de perdoar ou não, com toda certeza você vai encontrar forças para perdoar! (2Co 5.14-15).


Inscreva-se em nossos canais

642.136 inscritos no Vai na Bíblia.
22.843 inscritos na VnBteo.


PDF

Comentários

  • CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
  • aline menezes
    Responder

    Parabéns pelo site! Que tudo seja para honra e glória do nosso Senhor!!
    Que você continue sendo usado pelo Espírito Santo para levar a palavra do Senhor ao mundo!!
    Que as pessoas que aqui chegarem sintam-se tocadas pelo poder de Deus!

    • Vai na Bíblia

      Amém! Valeu pelo comentário Aline! Glória a Deus!

  • AnainaPoncianadaSilva
    Responder

    Glória a Deus.

  • Dani
    Responder

    Ahhh!!! Eu quisera que no exército do Senhor tivesse muitos mais muitos muitos …. soldados corajosos que soubessem perdoar…. o mais interessante é que o amor é como um labirinto que percorremos tentando encontrar a saída ouvindo apenas a voz daquEle que criou….a questão é nem todos ouvem…e muitos ficam perdidos!!! E cmo o perdido pode perdoar… impossível!!!!

    Enfim…. obrigado pelas palavras que foram descritas elas trazem reflexão pRa muitas pessoas e eu fui uma das tais :*

    A paz…

    N tenha dúvida, terá minha contribuição na oração ?

    • Vai na Bíblia

      Verdade Dani! O perdão transforma tudo. Glória a Deus Dani! Obrigado pelo comentário e pelas orações!

  • Alisson
    Responder

    A Paz.
    Gostaria de ter em PDF Seitas e Heresias,gostei muito do víde

    • Vai na Bíblia

      Olá Alisson, vamos tentar disponibilizar o mais breve possível!

  • Alisson
    Responder

    Muito obrigado

  • Cristina
    Responder

    Que o Senhor Jesus seja glorificado cada dia através desse belo ministério. Que muitas vidas sejam alcançadas e edificadas! Que nosso Amado Pai te abençoe e te conceda sabedoria e forças para seguir adiante. Toda honra e glória ao Senhor Jesus!!!

    • Vai na Bíblia

      Glória a Deus Cristina! Que Ele te abençoe.

  • Jose
    Responder

    È verdade que o perdão só pode ser eficaz se for aceito pelo ofendido? Se o ofendido não aceitar o meu pedido de perdão estou perdido?

    • Vai na Bíblia

      Independe de for aceito ou não por parte da pessoa.

  • SILVICO
    Responder

    FAZ 21 DIAS Q MEU FILHO DE 15 ANOS SE SUICIDOU DEPOIS DE UMA REJEIÇÃO DE UMA GAROTA, SINTO MUITA CULPA POIS ELE ESTAVA COM DEPRESSÃO DEMOREI 6 MESES PARA RETORNA-LO AO TRATAMENTO COM O PSIQUIATRA E PSICÓLOGO, ELE TINHA FEITO DUAS SEÇÕES COM A PSICOLOGA NOVAMENTE E TAVA ESPERANDO A CONSULTA DO PSIQUIATRA, MAS SINTO POR NAO TER ENTENDIDO ANTES A DEPRESSÃO DELE E LEVADO ANTES, ME SINTO TOTALMENTE CULPADO PELA PERCA DELE.

    • Roberto Lucena

      Amigo(a), minha esposa tinha depressão, levei ela ao psiquiatra 40 dias antes do seu suicídio, as dosagens de sua medicação foram alteradas diminuindo do calmante (Diazepam) e aumentando o anti depressivo (Rivotril), tivemos um desentendimento quando ela me ofendeu, fiquei 24 horas sem falar com ela, e ela achou que íamos nos separar, deixei ela ficar pensando isto pois não queria discutir, mais pois eu não queria me separar, mas voltando do trabalho, ela esperou eu chegar para se suicidar no sótão de casa onde estive 20 minutos antes procurando por ela, e ela se escondeu atrás da caixa de água, e por 1 passo a mais não a vi, portanto Deus assim o permitiu, aceite isto, não se culpe, Deus é absoluto ele poderia de alguma forma ter evitado, se não o fez, foi para evitar um sofrimento maior, não podemos dizer que quem se suicida já está condenado, somente Deus é que sabe, tenha esperança de encontrar com ele na vida eterna.

  • Carmen
    Responder

    Na teoria perdoar é lindo… mas tem um outro lado o perdão eterno para quem não se emenda acaba significando um passe livre para que ele continue errando. Muitas vezes o ofensor acaba se sntindo livre para continuar ofendendo simplesmente porque o ofendido estará sempre lá … de ingenuidade aberta para perdoá-lo. Nem todos tem a consciência de transformar a sua conduta para nào errar mais. A maioria caminha totalmente esquecida de renovacao interior e sequer se importa se magoou ou não alguém. Mas mesmo assim creio que aqueles que tem uma preocupacao minima com a vida espiritual devem se esforcar pela mais dificil conquista do ser humano : aprender a perdoar.

  • diariodeumaprincesapamela
    Responder

    o site é lindo! desistiu dele?
    Deus esteja com você brother

  • Nah
    Responder

    Posso perdoar mas, escolher não me relacionar com a pessoa ( não querer conversar mais, deixar que cada um siga sua vida para lá ) ?

  • Jhony
    Responder

    Tenho dúvidas: A palavra de Deus é bem clara quanto ao perdão, mas e na situação se meu inimigo me puniu sem razão ou fez fofocas algo que não foi bom para mim, bom dai eu fui prejudicado mas por isso o ódio tomou meu coração e sei que Deus não aprova isso, mas como vou perdoar essa pessoa que é minha inimiga se ela não me pediu perdão? E eu não consigo perdoar porque não houve arrependimento delas, ou seja fui punido pelos meus inimigos e ainda sou punido por Deus por guarda magoas a quele que me fez mau e nem se arrependeu?

    • Vai na Bíblia

      Respondemos sua pergunta na LIVE 28

    • Roberto Lucena

      Lembre-se que Deus nos perdoou para que houvesse reconciliação, agora me responda você continua pecando contra Deus ou não, eu continuo, sou pecador miserável, todos os dias pecamos, é nossa natureza, por isto deve sempre pedir perdão a Deus pelos nossos pecados, pense nisto, segue o texto:
      Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto.

      14 Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio,
      15 Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz,
      16 E pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades.
      Efésios 2:13-16

  • Joscla
    Responder

    Uma pessoa que eu queria namorar me desprezou, ela depois de um mês queria, Só que eu a desprezei e arrumei outra pessoa, e ela também outro, mas todos os dias eu tenho um conflito de culpa contra a minha razão por eu ter me vingado, seria conveniente eu pedir perdão a uma pessoa que já estar casada com outro e eu também casado, e moro longe (outro estado) onde ela mora?

  • Rose
    Responder

    Oi.bom dia. Meu marido me humilha.provoca contendas dentro de casa,
    olhando para minha vizinha tds os dias. Como devo perdoar? Ja que. ele omite dizendo que nao faz?

  • Reginaldo C. Silva
    Responder

    Gostaria de saber sobre aquela história que quando alguem nos ofende e se afasta de nós, então precisamos procura-lo pra pedir perdão de alguma coisa é se reconciliar, dessa forma o que errou ficará envergonhado e assumirá o erro pedindo perdão ele mesmo. Isso é bíblico ? Preciso pedir perdão a uma pessoa que me prejudicou? Não seria ela quem deveria se arrepender e pedir perdão?

  • Jéssica
    Responder

    Perdoar é difícil, porém pedir perdão talvez seja mais difícil ainda. Tenho uma dúvida com um amigo e não sei nem como pedir perdão, porém sei que como meu irmão em Cristo devo reconhecer meu erro e pedir perdão a ele.

  • Raquel
    Responder

    Eu perdoei quem muito me ofendeu, mas não consigo esquecer facilmente e temo que essa pessoa volte a me magoar, não consigo voltar a amizade que tínhamos antes por mais que a pessoa tente se aproximar. Não me sinto bem com a presença dela em minha casa mas mesmo assim a recebo. Desejo que ela seja feliz e que Deus a abençoe e a transforme, mas não consigo controlar meu coração e não consigo mais confiar enquanto essa pessoa não me mostrar que verdadeiramente se arrependeu e foi lavada pelo o sangue de Jesus! Estou pecando por não querer mais amizade como antes ainda que eu ore por essa pessoa e não tenha raiva dela? Apenas não confio mais. Me ajude. Preciso de ajuda.

  • Nádia
    Responder

    Mesmo Deus perdoando, ainda assim pagamos pelos pecados ou erros que cometemos? Ainda teremos consequências mesmo tendo sidos perdoados por Deus?

    • Vai na Bíblia

      Sim, pense no caso de alguém que matou outra pessoa e está foragida. Caso ela venha a se arrepender, será perdoada por Deus, mas terá que cumprir pena na cadeia. Isto não é pagar pelos pecados, mas sofrer as consequências do mesmo. Algumas consequências são mais graves que outras, o importante é saber que Deus estará conosco para suportá-las.

  • Sandra
    Responder

    Pr sei que sou pecadora,falha, mais vivo pedindo a Deus me ensinar a renunciar tudo que não agrada a Ele, fiz algo a 5 anos atras em relação ao meu esposo, vivia sozinha e ele quase não parava em casa, num momento de fraqueza espiritual, cometi adulterio, ficando duas vzs com uma pessoa, e isso eu me arrependi profundamente, pensei o quanto entristeci o coração de Deus, o quanto decepcionei os que confiavam em mim, me senti a pior mulher da face da terra, pedi perdão de Deus, e verdadeiramente pedi perdão, so que meu esposo nao entendera se eu falar pra ele, ele é daquelas pessoas dificies quando o caso se trata disso.

  • Taty
    Responder

    Bom dia

    Amei a orientação, mas mesmo com todo esse processo eu ainda não sinto o perdão de Deus… como faço para sentir?
    Já me arrependi de verdade, não cometi esse mesmo erro…

    • Vai na Bíblia

      Não é preciso se sentir perdoada, é preciso CRER que foi perdoada, é muito mais ação do que sentimento. Está livre para ter um relacionamento com Ele, agora, caso não consiga ter este relacionamento por não se sentir perdoada, significa que não entendeu o processo do perdão e não creu verdadeiramente que foi perdoada por Ele. Neste caso, recomendo que assista novamente o vídeo “Plano de Salvação”.
      Um abraço.

  • altamiro ribeiro de souza
    Responder

    e coreto um cristao peca na sua igreija e pedir perdao na outra igreija

  • Mariangela
    Responder

    Preciso pedir perdão pelas coisas que fiz antes de me batizar?

  • Linda Oliveira. .
    Responder

    Eu antes de me converter fiquei com uma dívida muito grande, por ajudar uma amiga de mais de 5 anos. Ela pagou por 6 meses a prestação do empréstimo que peguei p ela no meu nome. Depois ele me falou que não ia ficar pagando aquilo até morrer(3 anos)., e não pagou mais. Aquela atitude dela me doeu mais que a dívida que ela me deixou, pois eu a tinha como uma amigona. Um dia ela me ligou dizendo que precisava falar comigo e eu fui, ela falou que ia me pagar mas não tinha gostado das coisas que eu tinha dito p ela, eu então disse: vc não gostou? Vc sabe o que eu estou passando por cauda da tua atitude de não pagar por algo que vc usou e não fui eu. Ela disse que ia me pagar, e começou a chorar as mágoas, como ela sempre fez, dizendo que estava muito enrolada e devendo atá agiotas, na mesma hora, uma voz falou p mim: SAIA DAÍ AGORA! na mesma hora obedeci, me despedi e fui embora, Ela ame achava otária e que me tiraria masi alguma coisa por ser uma pessoa q gosta de ajudar. Só que agora eu não estava mas sozinha em já tinha o Espírito Santo em mim. Ela não mais me usaria como me usou. Assim que cheguei em casa, Deus falou para mim: liga para ela e perdoa esta dívida, na mesma hora obedeci, liguei e perdoei a dívida, e depois eu falai Deus o Senhor está vendo a dificuldade que estou passando p pagar isto, o Sr me ajuda? Irmãos continuei a pagar sem nem sentir, não me fez mais falta alguma. Tudo para a Honra e Glória do nosso Jesus. Depois aprendi pela Palavra de Deus, se vc não puder ajudar dando, não empreste, nem dê seu nome por garantia. Aprendi. Nunca mais a vi, mas mesmo assim continuei a orar por ela, pois sendo ela de outra religião, foi ela que Deus usou para me levar até Ele, Mesmo assim eu tinha gratidão por ela ter sido usada para que hoje eu fosse uma ´pessoa muito feliz no Senhor. Só que ela sumiu da minha vida.